quarta-feira, 21 de julho de 2010

Não Ter

Você não responde mais ao telefone
Pendente a um fio, toda esperança minha
Eu nunca teria acreditado que perderia a cabeça, por você
Você inesperadamente escapou
Deixando um vazio em minha vida
Sem respostas para mim e agora, coisas permanecem ...de você
Não ter... não ter o perfume de sua pele
Não ter... a respiração de você no rosto
Não ter... sua boca de morango
Não ter... o doce mel de seu cabelo
Não ter... seu veneno no coração
Não ter... o caminho de saída para este amor
Não ter... não ter mas vida para mim.. mais,
Não ter... não ter alguma outra razão que livre a alma...
encantada em uma noite de loucura
Até na prisão eu irei por você
Só uma vida não é bastante... para mim
Se até o verão tem suas nuvens
E você é um furacão contra mim
Pulando os sonhos dos meus dias... foram se apressar, por que?
Não ter... seu veneno no coração
Não ter... o caminho de saída para este amor
Não ter... vida para mim, mas
Não ter... outra razão para mim....
Se um Deus existe, eu não posso esquerce-me, até mesmo se
Entre eu e ele há um céu obscuro sem fim
Eu o implorarei, eu o procurarei e eu juro, eu acharei você
Até mesmo eu tive que entrar em outros cem mil anos de vida
Nesta vida de escuridão sem você, eu sinto que
Até agora, para mim você se tornou a única razão
Se houver uma barreira no amor, eu juro, eu passarei
Neste enorme vazio de que dias sem fim, eu o amarei
Como a primeira vez em sua casa
Todo seu gesto me trouxe fora de si
Eu sentia me perder... dentro de você
Não ter... não há o perfume de sua pele
Não ter... a sua respiração no rosto
Não ter... sua boca de morango
Não ter... o doce mel de seu cabelo
Não ter... não ter ; Não ter... não ter ; Não ter... não ter

Nenhum comentário:

Postar um comentário