quinta-feira, 7 de outubro de 2010

"O perdão é uma estrada de mão dupla. Sempre que perdoamos alguém, estamos também perdoando a nós mesmos. Se somos tolerantes com os outros, fica mais fácil aceitar nossos próprios erros. A partir daí, sem culpa e sem amargura, conseguimos melhorar nossa atitude diante da vida."

Um comentário:

  1. Ou como diz São Leão Magno no Quinto Sermão sobre a Quaresma:

    "O Senhor disse: "Se perdoardes aos homens os seus delitos, também o vosso Pai celeste vos perdoará" (Mt 6,14); cada um, pois, tem perto de si o que pede, uma vez que a sentença do juiz depende da bondade do suplicante: aquele que ouve com misericórdia e justiça as preces dos homens, fixou para si como regra de justiça nossa própria bondade, de modo que não precise usar a severidade do direito contra aqueles que ele não encontrar ávidos de vingança."

    ResponderExcluir