domingo, 20 de novembro de 2011

Sempre assim: está tudo bem, até você se lembrar de algo doloroso. Isso te repulsa, te agonia, te aperta, te estrangula, tira seu ar. Aí chega aquela vontade que na verdade, nunca foi embora. Só estava adormecida, esperando você se enfraquecer. Sim, sei como é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário