segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Coisas ruins acontecem, e ninguém pode fazer nada para impedir. O “eu te amo” se torna tão banal… O “para sempre” não dura mais que um certo tempo, e o seu coração, cansado de promessas não cumpridas, permanece quebrado, tendo apenas a função de te manter vivo. Mas o que você mais quer é que alguém te dê razões para continuar vivendo. Alguém que prove que ainda existe o “eu te amo” sincero, que o “para sempre” não acaba, e que promessas foram feitas para serem cumpridas, e não para criarem falsas expectativas.

Um comentário:

  1. Te garando q em breve vc encontrará o cara certo pra vc, querida =)

    ResponderExcluir