domingo, 18 de março de 2012

“Pode me machucar, eu não consigo sentir mais nada mesmo.”

Vai chegar um certo momento que seguir é a única coisa que resta. Temos uma mania idiota de esperar, e o pior, esperar por aquilo que não vai acontecer. É como querer colocar reticências onde já se tem ponto final, querer continuar a caminhada onde se encontra um abismo, querer nadar contra a correnteza, querer o impossível. Essa coisa de esperar está me deixando exausta, acabada e destruída. Então vou parar de esperar e seguir! Seguir apavora, mas esperar por nada cansa.

Um comentário:

  1. Sábias e belas palavras como sempre
    as letras se esbarrando
    a alma se transbordando...


    Juro por Deus que dá vontade de te ouvir no pé do meu ouvido. Beijo Thamara

    ResponderExcluir