domingo, 28 de setembro de 2014

“Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas; minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos”

domingo, 21 de setembro de 2014

As pessoas confundem educação com gentileza.
Vulgarizam suas desculpas mecânicas
Dispersam seu "por favor" ruminado
e seguem com suas articulações rígidas
rangendo suas peças soltas
e vozes eletrônicas.
Não são humanos ( Mas pensam ser. )
São criações defeituosas de uma sociedade
que nem chegou a nascer.

domingo, 14 de setembro de 2014

Não fazemos uma foto apenas com uma câmera; ao ato de fotografar trazemos todos os livros que lemos, os filmes que vimos, a música que ouvimos, as pessoas que amamos.

domingo, 7 de setembro de 2014

Algumas coisas a gente só aprende tomando muito na cara. Errando diversas vezes na mesma coisa. Tem coisa que a gente só aprende depois das [muitas] porradas que a vida dá.
Prefiro errar, insistir no erro e aprender na marra do que não errar, não fazer, não matar a vontade, não viver.