domingo, 22 de março de 2015

O que não dizemos nos mata...


Sabe para onde vão as palavras não ditas?

Aonde vai o que queremos fazer e não fazemos?

Aonde vai aquilo que queremos dizer e não dizemos?
Aonde vai aquilo que você não se permite sentir?
Nós gostaríamos que as palavras não ditas fiquem no ouvido,
mas o que não dizemos se acumula no corpo,
enche a alma de gritos mudos.
O que não dizemos se transforma em insônia,
em dor de garganta.
O que não dizemos se transforma em nostalgia em hora errada, em perda de tempo.
O que não dizemos se transforma em dever, em dúvida , em dívida, em assinatura pendente.
As palavras que não dizemos se transformam em insatisfação , em tristeza , em frustração.

O que não dizemos não morre, nos mata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário