domingo, 28 de fevereiro de 2016

Silêncio: uma das coisas mais subjetivas do mundo, dependendo da situação, pode ter som de indiferença, fazer barulho de ignorância, de superioridade, inferioridade, falta de atenção ou até de gratidão; é um recurso que - em sua maioria, as pessoas usam mais quando não sabem o que dizer, o pior de tudo isso é que, o silêncio, tende sempre a ser sempre mal interpretado pelo outro, num mundo onde todos tendem a querer falar cada vez mais mesmo sem ter nada para dizer. - Eduardo Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário