domingo, 13 de março de 2016

Panelinhas ... ô coisa chata, estão em toda parte!
Eu acho que a competência não é tão valorizada, para sobreviver em qualquer lugar,terrível é ter que entrar em alguma panela. Não tem jeito, se você se isola, as panelas te esmagam com seus olhares maldosos, mitricos e fuxicos aff . Quem tem mais poder de influência um ou metade do local? Esta é uma realidade, o certo é ter equilíbrio emocional e uma visão estratégica para lidar com esses tipos para não nos afetar, contudo não se deve sobrepujar a Ética, ou então um dia você será sobrepujado. Eu sempre fui avessa a panelinhas ou a viver em grupos fechados no estilo gueto! Acho que quem se fecha nesses grupos é um tanto covarde, porque não se expõe ao novo, ao diferente, ao inusitado! E fico triste ao observar,Guetos e panelinhas são formados para proteção do indivíduo. É bom ter seu grupo de iguais para relaxar, para não se sentir julgado, para poder se expressar com liberdade... Mas só ficar entre seus iguais, apodrece sua capacidade de lidar com opiniões diferentes. Você se torna um ser humano inflexível, rígido. Espera que o mundo te entenda e como isso não acontece se fecha e não percebe que está fazendo o mesmo com os que são diferentes de você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário