domingo, 5 de junho de 2016

Ela é menina. Que sonha, que chora, que ri. Ela se desentende com o tempo. Ela briga dentro de si. Procura demais nos olhos que passeiam pela rua, pela paisagem, pelo céu que não quer descolorir. Sua vaidade maior é ser feliz. Não tem medo do que dizem. Não se assusta com os falsos sorrisos. Menina intrigante, que coloca sua melhor roupa pra se divertir. Desfila como quem brilha e não está nem aí. Sua coragem desestimula quem pensar em maltratá-la. Ela é grande na alma, tão cheia de gestos, que chega a persuadir. Menina tão bonita, dos olhos castanhos profundos. não desiste. Ela acha que sabe tudo da vida. E no fundo, sorri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário