sábado, 20 de agosto de 2016

E o tempo dono de todas as coisas,
ensina quão provisório é o pranto
e a gargalhada.
Por isso não recuso nada.
Que venha o que vier, como vier.
Eu suporto qualquer circunstância
que me lapide, que me desassossegue
para que eu valorize os momentos
de paz do meu coração.
Vida é totalidade. Inclui tudo.
Vida é vontade de Mundo.
Dor faz parte da vida e,
por mais preciosa que seja,
não permito que ela seja
a parte mais importante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário