sábado, 27 de agosto de 2016


“Ora, a solidão, ainda vai ter de aprender muito para saber o que isso é. Sempre vivi só, também eu, mas a solidão não é viver só, a solidão é não sermos capazes de fazer companhia a alguém ou a alguma coisa que está dentro de nós. A solidão não é uma árvore no meio duma planície onde só ela esteja, é a distância entre a seiva profunda e a casca, entre a folha e a raiz, você está a tresvariar, tudo quanto menciona está ligado entre si, aí não há nenhuma solidão. Deixemos a árvore, olhe para dentro de si e veja a solidão. Como disse o outro, solitário é andar por entre a gente, pior do que isso, solitário é estar onde nem nós próprios estamos.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário